Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Alepe terá frente para analisar efeitos de novas tecnologias sobre empregos

O Plenário da Assembleia Legislativa aprovou, nesta terça (12), a criação da Frente Parlamentar sobre os Impactos da Quarta Revolução Industrial em Pernambuco. Por iniciativa do deputado João Paulo (PCdoB), o grupo irá analisar as possíveis mudanças no mercado de trabalho em razão do desenvolvimento das novas tecnologias. Também integram o colegiado Isaltino Nascimento (PSB), Priscila Krause (DEM), Professor Paulo Dutra (PSB) e Tony Gel (MDB). Quarta Revolução Industrial é o nome usado por especialistas para descrever as transformações sociais esperadas a partir da convergência de tecnologias como a inteligência artificial, a nanotecnologia e o desenvolvimento da internet das coisas – a possibilidade de que todos os objetos, desde os automóveis até os eletrodomésticos, estejam conectados à rede mundial de computadores. No campo do trabalho, estudiosos do tema têm se preocupado com a possibilidade do fechamento repentino de inúmeras vagas de emprego, uma vez que os computadores poderão se tornar capazes de substituir profissionais especializados, como motoristas, professores, administradores, médicos, bancários e advogados. “Os avanços da tecnologia já têm extinguido postos de trabalho e, com o advento da inteligência artificial, isso pode se tornar ainda mais dramático”, analisou João Paulo, que coordenará a Frente Parlamentar. O deputado também informou ter concluído um mestrado sobre o assunto, com enfoque no setor bancário. “Mesmo as empresas dos segmentos que lucram ano após ano, como os bancos, têm demitido funcionários. Isso, em pouco tempo, terá impacto também sobre a Administração Pública e merece a nossa atenção”, argumentou.
12/03/2019 (00:00)

Contate-nos

Rua dos Andradas  , 1560  , 16º andar
-  Centro
 -  Porto Alegre / RS
-  CEP: 90020-010
4003 84030800 880 8403
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia