Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Simone Santana destaca Centro de Recondicionamento de Computadores na Mata Sul

A instalação do Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC) – Polo Mata Sul, no município de Rio Formoso, foi comemorada pela deputada Simone Santana (PSB), em discurso na Reunião Plenária desta segunda (3). De acordo com a parlamentar, a entidade é fruto de uma parceria entre o Instituto Intercidadania e o Centro Marista Circuito Jovem do Recife, que, na Capital pernambucana, vem mudando a vida de milhares de jovens por meio da capacitação profissional em recuperação de eletroeletrônicos. Inaugurado em novembro, o CRC Mata Sul já tem 40 alunos inscritos e receberá resíduos eletrônicos de toda a região para que sejam recondicionados e doados a instituições públicas. A deputada destacou o papel do CRC na formação de técnicos em reciclagem de produtos eletrônicos. “O centro recebe alunos em situação de vulnerabilidade social, que de lá saem preparados para o mercado em setores estratégicos e conscientes da importância de uma mudança de hábitos de produção e de consumo”, apontou. Os produtos recondicionados em Rio Formoso serão destinados a telecentros, bibliotecas e escolas públicas da Mata Sul. Para Simone, a iniciativa vai movimentar a economia local e oferecer a oportunidade do primeiro emprego aos cidadãos. A parlamentar também ressaltou a importância do CRC na promoção da “economia circular”, que busca manter os recursos em uso o maior tempo possível. “Recuperar produtos em todo o seu ciclo de vida é um sistema que rompe os paradigmas do processo produtivo linear e exige de nós uma mudança substancial de comportamento”, comentou. “No caso do CRC, essa mudança ocorre também com a criação de oportunidades para milhares de jovens”, destacou. Em dez anos, o apoio do Governo Federal aos Centros de Recondicionamento de Computadores (CRCs) já resultou na recuperação de 16 mil equipamentos de informática e na formação de oito mil jovens em situação de vulnerabilidade social. O programa, que integra a política nacional de inclusão digital, funciona por meio de parcerias do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações com entidades responsáveis por executar as ações de formação e recondicionamento de equipamentos. Atualmente, o ministério conta com nove CRCs parceiros. Os centros atuam em três frentes: recuperação de equipamentos de informática; formação de jovens em situação de vulnerabilidade social; e descarte adequado de resíduos eletrônicos. Esses espaços capacitam jovens por meio de oficinas, cursos e atividades práticas. Os participantes aprendem a trabalhar com tecnologias da informação e comunicação, por meio dos processos de recepção, triagem, recondicionamento, estoque, descarte e entrega de equipamentos. No Recife, o CRC funciona no bairro de Apipucos (Zona Norte), desde 2009. Em nove anos de história, mais de 15 mil pessoas já receberam formação no local, e cerca de 500 toneladas de lixo eletrônico foram recolhidas por ano. Além de recondicionamento de computadores, impressoras e celulares, a unidade oferece aulas de Robótica Pedagógica. Outra atividade promovida são as “oficinas de meta-arte”, em que resíduos de equipamentos eletroeletrônicos classificados como sucata são transformados em obras de arte.
03/12/2018 (00:00)

Contate-nos

Rua dos Andradas  , 1560  , 16º andar
-  Centro
 -  Porto Alegre / RS
-  CEP: 90020-010
4003 84030800 880 8403
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia