Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Teresa Leitão apoia manifestação de servidores da Fundaj sobre relatório do Tribunal de Contas da União

A deputada Teresa Leitão (PT) repercutiu, na Reunião Plenária desta terça (4), nota emitida pelo Sindicato dos Servidores Públicos Federais de Pernambuco (Sindsep-PE) contra supostas irregularidades na gestão da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj). O documento foi construído a partir de relatório do Tribunal de Contas da União (TCU), que coloca o órgão federal como vulnerável em termos de risco de fraude e corrupção. A deputada citou a quantidade de terceirizados, o aparelhamento e o entrave à implantação do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) como fatores que aumentariam essa vulnerabilidade. “São três anos de luta dos servidores para implantar o PDI. Nesse plano, estão as metas, as metodologias e a forma de se atingir o objetivo principal da Fundaj, que não é apenas uma fundação de pesquisa, mas também de difusão do conhecimento e da cultura no nosso Estado”, ressaltou. A petista fez, também, críticas ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, pela decisão de extinguir o Ministério do Trabalho, com redistribuição de funções por três outras pastas. Segundo ela, isso “prejudicará o foco de atuação” do órgão. A deputada destacou, ainda, que o Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes de Cultura dos Estados lançou, nessa segunda (3), a carta aberta “Fica, MinC! Em defesa da permanência do Ministério da Cultura”. O documento tem o apoio de gestores de 21 Estados. “Como vão ficar o Plano Nacional de Cultura e o Sistema Nacional de Cultura quando as atribuições desse ministério forem para o Ministério de Desenvolvimento Social, que tem outro foco?”, questionou.    
04/12/2018 (00:00)

Contate-nos

Rua dos Andradas  , 1560  , 16º andar
-  Centro
 -  Porto Alegre / RS
-  CEP: 90020-010
4003 84030800 880 8403
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia